O impacto da ciência na vida das pessoas

O impacto da ciência na vida das pessoas

Papel das Universidades no desenvolvimento de pesquisas

Confira a reportagem em áudio
Clique aqui para download

:

A pesquisa e a educação andam juntas quando se trata de desenvolvimento socioeconômico e soluções para auxiliar a sociedade na resolução de problemáticas. As universidades brasileiras têm um papel importante na ciência, porque são geradoras de inúmeras pesquisas, nas mais diversas áreas do conhecimento. Levando em conta todo aparato que envolve as pesquisas e suas contribuições, muitas empresas buscam unir força, experiência e conhecimento com as Instituições de Ensino Superior.

Nesse contexto, há décadas a Universidade de Cruz Alta investe em pesquisas e trabalha conjuntamente com empresas em diversas áreas do conhecimento. A relação universidade-empresa permite que haja uma aproximação para serem trabalhadas situações reais e inovadoras no âmbito universitário, onde é possível conciliar teoria e prática com processos investigativos. Todos os estudos passam por etapas importantes de testagem e os resultados são avaliados constantemente. Essa dinâmica, por sua vez, contribui para alavancar a aceleração e o fomento de novos negócios.

Em 2020, os pesquisadores da Universidade de Cruz Alta dedicaram-se a mais de 100 projetos de pesquisa, nas diferentes áreas do conhecimento, desenvolvidos com fomento interno da universidade ou externo, oriundos de órgãos e agências financiadoras como o CNPq, Fapergs e Secretaria da Inovação, Ciência e Tecnologia do RS. Conforme a pró-reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unicruz, Janaína Coser, “as pesquisas são referenciais importantes quando se fala da atuação universitária. Isso porque é por meio da pesquisa que os problemas sociais são transformados em práticas de investigação científica, como também em questões de ensino, tanto na graduação quanto na pós-graduação. Este é um diferencial na formação dos alunos da Unicruz, pois permite aliar o desenvolvimento e a aplicação do conhecimento científico, tecnológico e de inovação, às questões práticas relacionadas à atuação profissional e àquelas demandadas pela sociedade”.

Interação com Empresas

Segundo o coordenador da Fazenda Escola, professor Dr. Theodoro Schneider, hoje, cerca de 15 empresas são parceiras da Instituição em pesquisas com diferentes temáticas, tais como: manejo de doenças, pragas, plantas daninhas nas diversas culturas agrícolas; pesquisas relacionadas a fertilizantes; adubação orgânica; controle biológico de pragas; posicionamento de híbridos de milho, cultivares de soja e trigo.

Theodoro destaca que as pesquisas desenvolvidas no local envolvem os cursos de Agronomia, Medicina Veterinária e Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural e, dessa forma, contribuem com os cursos de graduação e pós-graduação, além das atividades de extensão da Instituição.

A presença das empresas como parceiras aproxima os acadêmicos do mercado de trabalho, sendo que há diversas situações de contratação de alunos a partir dessa interação. O fato das empresas desenvolverem pesquisas atuais facilita o conhecimento das inovações que estão chegando no mercado de trabalho. Entende-se que este é o caminho para viabilizar soluções que contribuam para a transformação e melhora de vida da sociedade.

Quer receber as notícias no seu email, acesse aqui