E SE?

Como seria o mundo se a Revolução Industrial não tivesse acontecido?


Por um instante, imagine-se vivendo em um mundo sem computadores, sem internet, sem celular e até mesmo sem telefone residencial. Quemundochato  Essa seria a atual realidade se a Revolução Industrial nunca tivesse acontecido. Quase todas as coisas do nosso dia a dia não existiriam; estaríamos vivendo de forma semelhante a como as pessoas viviam no século XVIII.

Durante o Ensino Médio, você provavelmente estudou sobre a Revolução Industrial, mas será que prestou atenção e aprendeu de fato o conteúdo ou apenas decorou para a temida prova de história? Para relembrarmos um pouco do assunto e dar uma breve explicação, convidamos o professor Jorge Pittan, mestre em História pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), docente do Proenem/Unicruz.

A Revolução Industrial aconteceu no final do século XVIII e se alastrou pelo século XIX.  Ela foi um conjunto fatores que levaram a um processo de mudanças científicas e tecnológicas em escala mundial. Seu foco inicial foi a Inglaterra; mais tarde, as mudanças se espalharam por todos os países do mundo.

Com o propósito de substituir o trabalho humano, produzir em grande escala e rapidez, surgiu o tear mecânico, a primeira invenção desse período. Após a sua criação, todos os setores da vida humana foram influenciados por esse progresso tecnológico. O professor ressalta que “não existe como falar em tecnologia hoje em dia sem falar em Revolução Industrial, ela foi o pontapé inicial para o crescimento exponencial das coisas que ajudaram o ser humano a melhorar sua vida”. Além de mudanças no âmbito da tecnologia, todas as áreas da vida humana foram influenciadas.

Surgimento de novos movimentos:

No século XIX, após o crescimento no número de indústrias, a exploração da mão de obra se tornou exorbitante. Isso criou um terreno fértil para o surgimento de movimentos ideológicos e políticos, como comunismo, socialismo e anarquismo. Essas ideologias falavam em nome dos trabalhadores explorados.

Tecnologia amiga ou inimiga?

Em contraponto às melhorias que a tecnologia proporciona, o ser humano se tornou extremamente dependente dos aparelhos tecnológicos. O que era só uma máquina, transformou a vida das pessoas de tal forma que nós não conseguimos mais viver sem. O desemprego é uma realidade crescente, as indústrias necessitam cada vez menos de mão de obra humana e, quando necessita, deve ser qualificada e capaz de lidar com toda a tecnologia.

Um mundo sem rock:

A guitarra foi uma das muitas invenções que foram possíveis graças à Revolução Industrial. George Beauchamp e Adolph Rickenbacker criaram a primeira guitarra elétrica moderna de som amplificável e comercialmente viável em 1931, nos Estados Unidos.

Além divertir e fazer com que todos se sintam livres para cantar, o rock foi um importante influenciador nos anos 60, também conhecido como Anos Rebeldes. O gênero buscou  a liberdade e a mudança através de protestos pacifistas e movimentos de contracultura os jovens encontraram no rock uma forma de ganhar a sua voz.

Dizer que uma pessoa não foi afetada pela Revolução Industrial é indiscutível, porque ainda que o indivíduo viva isolado em alguma tribo, será afetado pelas alterações climáticas causadas pela Revolução.