O egresso do Curso  de Engenharia de Produção da Unicruz deverá ter conhecimentos de processos e uma formação generalista que lhe permita ter uma visão sistêmica das organizações, de forma que os problemas possam ser tratados através de um processo de melhoria contínua, gerando-se sempre diversas alternativas para a tomada de decisão.

O Engenheiro de Produção graduado pela Unicruz, terá como foco principal de formação o estudo analítico de processos com capacidade de agir sobre os mesmos no sentido de melhorá-los em todos os aspectos; relacionados a questões humanas, como ERGONOMIA e MEIO AMBIENTE; relacionados a questões técnológicas, como INOVAÇÃO e relacionados com questões gerenciais, como PRODUTIVIDADE.

Esse profissional estará habilitado para trabalhar em empresas de manufatura dos mais diversos setores, como metalúrgica, mecânica, química, construção civil, eletro-eletrônica, agroindústria e em organizações de prestação de serviços, como bancos, empresas de comércio, instituições de pesquisa e ensino, serviços de saúde  e órgãos governamentais.

O egresso do curso de Engenharia de Produção da Unicruz tem o perfil geral descrito a seguir:

  • Sólida formação matemática, tecnológica, econômica e social.
  • Entre suas múltiplas competências destacam-se as de planejar, projetar, implantar e gerenciar sistemas integrados de produção/manufatura e de serviços que assegurem desempenho, confiabilidade e manutenibilidade tendo como metas a lucratividade, eficácia, eficiência, adaptabilidade, flexibilidade, qualidade e o contínuo aperfeiçoamento de produtos e serviços.
  • Integrar pessoas, informações, materiais, equipamentos, processos e energia.
  • Capacidade de liderar equipes multiprofissionais de trabalho.
  • Espírito empreendedor e inovador
  • Assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.
  • Realização de pesquisas científicas e tecnológicas, assim como estudos de viabilidade técnico-econômica.
  • Execução e  fiscalização de obras e serviços técnicos, efetuando vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres.
  • Dimensionar e integrar recursos físicos, humanos e financeiros a fim de produzir, com eficiência e ao menor custo, considerando a possibilidade de melhorias contínuas.
  • Na inserção do contexto social, no acompanhamento da evolução do conhecimento em sua área, no comprometimento com  o desenvolvimento regional e com as questões ligadas a sustentabilidade.