Conquista para o Profissão Catador

Conquista para o Profissão Catador

Fundação Banco do Brasil repassa R$ 1 milhão para o projeto mantido pela Unicruz.

:

O projeto Profissão Catador ganhou fôlego para a execução de suas atividades. A incubadora Inactesocial/Unicruz, que mantém o projeto, assinou na tarde de hoje (27) um convênio com a Fundação Banco do Brasil para recebimento de um valor de aproximadamente R$ 1 milhão. O recurso será destinado para aquisição de um caminhão para transporte de resíduos sólidos, de equipamentos como prensa hidráulica, esteira e empilhadeira, de EPIs para os trabalhadores cadastrados nas associações, de materiais de escritório e para divulgação das atividades.

“O Profissão Catador atende questões de sustentabilidade ambiental, com a reciclagem de materiais, e social, com a geração de trabalho e renda. Essa atividade precisa de fomento externo para que os profissionais do projeto tenham garantidas as condições ideais de trabalho”, detalhou a presidente da Fundação Universidade de Cruz Alta e gestora da Inatecsocial/Unicruz, Enedina Teixeira da Silva.

A reitora Patrícia Bianchi, o pró-reitor de Administração Carlos Eduardo Tavares e integrantes do Profissão Catador também acompanharam a assinatura. A Fundação Banco do Brasil foi representada pelo gerente local Eduardo Alfredo Hahn e pelo gestor de relacionamentos Altair Erpen.

Atualmente, o Profissão Catador atua nas cidades de Cruz Alta, Ibirubá, Salto do Jacuí e Tupanciretã. Cerca de 100 famílias dos quatro municípios estão cadastradas no projeto e serão diretamente beneficiadas pela conquista.

Quer receber as notícias no seu email, acesse aqui